ptenes

A pandemia afetou o mundo todo em diversos setores. Os profissionais da saúde se mobilizaram mundo afora no combate ao Sar-CoV-2 e na luta por salvar o maior número possível de vidas. Medicina, tecnologia, economia, tudo foi afetado. 

Em meio a todo esse caos e incertezas, a saúde mental da sociedade nunca precisou tanto de cuidados como agora. A coordenadora do curso de Psicologia da UninCor, Fabíola Procópio Sarrapio, traz algumas dicas para manter a saúde mental nesse período conturbado. Confira.

fabiola dicas do especialista

Fabíola Procópio Sarrapio: Em meio à pandemia da COVID-19 percebemos um aumento considerável de questões relacionadas à saúde mental. O contexto não ajuda: mortes de amigos e conhecidos, isolamento social, medo. Tudo isso exacerbado pela enxurrada de informações noticiadas diariamente pela TV e pela internet que aumentam nossa ansiedade e nos deixam emocionalmente abalados e frágeis. 

O importante é pensar que, mesmo quando tudo parece desfavorável, podemos nos olhar internamente, com consciência e adotar algumas medidas que nos ajudarão a passar por esse momento tão difícil mas que pode oferecer muito aprendizado. É fundamental olhar para o lado positivo de poder estar em casa, trabalhando e se comunicando através do computador. É um privilégio termos toda essa tecnologia nesse momento. 

Fundamental também é não descuidar da alimentação e praticar uma atividade física, afinal sabemos que desde os primeiros anos da era cristã se prega que “mente sã em corpo são” , pois o nosso emocional se beneficia, e muito, da atividade corporal. 

Selecionar as notícias que devem ser lidas também ajuda. Muitas vezes notícias em excesso nos incitam a criar hipóteses catastróficas, aumentando nosso medo e nossa ansiedade. Por fim, procure dormir bem, não trabalhar fora do horário estabelecido e colocar na sua rotina atividades que lhe dão prazer. Caso ainda assim se sinta angustiado, não hesite em buscar ajuda de um psicólogo. Há vários profissionais atendendo on-line com preços acessíveis. Tenha certeza que tudo isso vai passar e que sairemos desse momento mais fortes, resilientes,  valorizando nossas relações interpessoais e o poder de um bom abraço!!