ptenes

salvamento aquatico03A CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes promoveu, na última segunda-feira, 13, em parceria com a SOBRASA – Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático, curso de capacitação sobre Emergências Aquáticas e Prevenção a Afogamentos, realizado no CIPE – Centro Integrado de Práticas Esportivas.

O curso envolveu colaboradores da UninCor e também estudantes do Curso de Educação Física e monitores de aulas realizadas na piscina. As atividades contaram com parte teórica sobre identificação, técnicas de salvamento, primeiros socorros e uso de equipamentos de ventilação e oxigênio. Em seguida, a aula prática foi realizada na área das piscinas, onde os participantes puderam exercitar as técnicas através de simulações, sabendo como prevenir situações de risco e agir em casos de emergência.

Para o responsável pela Segurança do Trabalho, colaborador Fernando Caio Elias Silva, que participou do treinamento, “mais do que fornecer uma infraestrutura de qualidade para nossos alunos e para comunidade, temos que buscar, a cada dia, a capacitação de nossos profissionais para oferecermos um serviço com segurança, promovendo qualidade de vida”.

O estudante do 4º período, Gabriel Garcia da Silva, já teve disciplina de natação na universidade e decidiu aprofundar seus conhecimentos através do treinamento. "Gostei demais. O curso nos permite estar preparados e como proceder caso aconteça alguma coisa. Os instrutores ensinaram passo a passo tudo o que fazer e evitar acidentes", comentou o estudante que pretende buscar maior especialização na área.

Diversão e cuidado

Segundo dados do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, só em 2016, afogamentos causaram morte de 334 pessoas. Em crianças, até 9 anos de idade, essa chega a ser a segunda maior causa de mortalidade infantil em todo o estado. Os acidentes ocorrem principalmente em piscinas de residências, condomínios e clubes, mas também em represas e cachoeiras.

Há pouco mais de um mês para o início do verão e com o aumento das temperaturas, as incidências tendem a ser mais recorrentes neste período. As recomendações são atenção redobrada quando estiver com crianças, evitar o consumo de bebida alcoólica antes de nadar, não se afastar muito da margem em rios e evitar saltar em locais sem antes estar seguro da profundidade.