ptenes

O programa de Mestrado em Letras participou do VI Encontro de Pesquisa em História, entre os dia 08 e 12 de maio, na UFMG, em Belo Horizonte. 
 
Na ocasião, a professora Cilene Pereira apresentou a comunicação "O mundo do trabalho no samba: algumas considerações", que discute o modo como o tema do trabalho aparece, em sambas das décadas de 1930 e 40, feitos sob a efígie do Estado Novo, de maneira negativa. Ao invés de utilizarem a figura do malandro, tão comum quando se fala de negação ao mundo do trabalho, sambistas como Wilson Batista, Geraldo Pereira e Cyro de Souza construíram personagens trabalhadoras que afirmavam o trabalho como um agente de alienação e de exploração que, ao contrário do que prega o senso comum, não funciona como elemento de dignidade, mas, antes, como uma violência, que marca o corpo e o sujeito. 
 
No evento, a mestranda Moema Sarrapio também apresentou resultados parciais de sua pesquisa sobre o álbum Sinal Fechado, de Chico Buarque, entendendo-o como um discurso contrário à ditadura militar brasileira. 
 
A apresentação dos dois trabalhos, desenvolvidos no âmbito do Mestrado em Letras, aconteceu no Simpósio Temático História e Música, reafirmando a perspectiva interdisciplinar da área de Letras e das respectivas pesquisas.