ptenes

Para a Campanha do Outubro Rosa, a UninCor mobilizou todos os Campi para alertar a Comunidade Acadêmica e a população da conscientização quanto à prevenção do Câncer de Mama.
 
Os prédios das Universidades em Três Corações, Caxambu, Pará de Minas, Betim e Belo Horizonte foram todos iluminados com a cor da Campanha como forma de alertar a todos dos riscos da doença e de como fazer para prevenir através de exames periódicos e do auto-exame da mama.
 
Em Três Corações, o Curso de Enfermagem realizou também distribuição de panfletos e stands com orientações sobre a Saúde da Mulher. De 18 a 21 de outubro, estudantes do curso se dividiram em equipes para falar sobre a importância da prevenção no diagnóstico precoce da doença, além de distribuição de preservativos e orientação quanto ao uso de métodos contraceptivos.
 
"As atividades visam sensibilizar todos sobre a importância dos cuidados com a saúde, especialmente com a prevenção do Câncer de Mama, permitindo ao aluno exercitar a habilidade necessária para desenvolvimento de educação em saúde", comentou a Coordenadora do Curso de Enfermagem, professora Maria de Fátima Carneiro Ribeiro. 
 
Estudo conduzido pelo Núcleo de Pesquisa Epidemiológica da Divisão de Pesquisa Populacional do INCA - Instituto Nacional de Câncer, revelou que a doença foi percebida pela primeira vez pelas próprias pacientes ao notarem alguma alteração na mama, em 66,2% dos casos. O percentual de mulheres que identificou a doença por meio da mamografia ou de outro exame de imagem foi de 30,1%, e em apenas 3,7% dos casos a suspeita inicial foi de um profissional de saúde. Os dados revelam que em 2/3 do total, a própria mulher, através do auto-exame é quem percebeu alterações na mama como possível sinal de um câncer.
 
Só neste ano, para o Brasil, a expectativa é de que sejam notificados 58 mil casos novos de câncer de mama. Este é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, depois do câncer de pele não melanoma, e corresponde a cerca de 25% dos casos novos a cada ano.