ptenes

Nesta semana, tem defesa do trabalho que analisa capas de revistas sobre o Golpe de 1964
 
O Programa de Mestrado em Letras da UninCor realizou na última semana mais duas defesas de dissertações. Na quinta-feira [18], a aluna Letícia Vasques apresentou o trabalho "Lúcio Flávio, o passageiro da agonia, de José Louzeiro: um romance de massa?" e, na sexta-feira [19], a aluna Aline Mara defendeu "No espaço da memória: ecos reveladores de Uma história de família, de Silviano Santiago".
 
A dissertação de Letícia Vasques propôs discutir a aderência do romance mais famoso de Louzeiro à chamada literatura de massa, observando, para isso, elementos que o associam a este tipo de texto, problematizando, ao mesmo tempo, aspectos que parecem negar essa filiação, como a relação do romance com a narrativa de formação e a complexidade de seu herói. A aluna foi aprovada com mérito e teve sua dissertação indicada para publicação pela professora Moema Mendes, membro externo da banca.
 
O trabalho da aluna Aline Mara, associado ao Grupo de Pesquisa Minas Gerais - Diálogos e orientada pelo prof. Luciano Dias Cavalcanti, analisou a memória do narrador do romance "Uma história de família" como espaço de desconstrução da imagem da família, ao mesmo tempo em que constrói a imagem de um tio louco, que é extirpado da configuração familiar.
 
Para esta semana, o mestrando Diego Henrique Alexandre defende amanhã [23], às 14h, a dissertação "O golpe de 1964 nas capas das revistas Carta Capital, Veja, Época e Isto É: uma análise semiótica".