ptenes

 

Aluna Thaís Lopes Reis apresentou seu trabalho de análise do romance "Eles estão aí fora", de Wander Piroli

 
Dando início às defesas de Mestrado de 2016, aluna Thaís Lopes Reis foi aprovada, no dia 04 de fevereiro, na defesa de sua dissertação: "Entre dois mundos: uma leitura de Eles estão aí fora, de Wander Piroli”. A banca examinadora foi composta pelos professores-doutores Cilene Pereira, orientadora da pesquisa; Luciano Cavalcanti, membro interno; e Aline Arruda, membro externo, do Instituto Federal do Sul de Minas, Campus Três Corações. 
 
A dissertação apresentada examinou os aspectos sociais envolvidos nas relações cotidianas de uma família que se enquadra em um modelo convencional, tendo como ponto de partida o romance "Eles estão aí fora", do escritor mineiro Wander Piroli. No romance, o narrador-protagonista oscila entre sua inserção no mundo social (e todas as obrigatoriedades decorrentes disso, inclusive o apagamento de sua subjetividade) e sua “negação” aos padrões comportamentais assumidos pela ótica familiar pequeno-burguesa. 
 
A doença emocional desenvolvida pelo personagem Rui ao mesmo tempo em que o distancia de todos e de uma aparente normalidade, o aproxima mais de uma espécie de lucidez, capaz de desvendar a realidade das coisas. Um tema que ganha destaque no romance é o da “violência simbólica”, conforme propõe Pierre Bourdieu. Expressando o tema da violência nas relações sociais, Piroli desvela a natureza social e convencional do indivíduo, violentado pelo sistema e pelas obrigações diárias quanto à encenação de papéis.
 
Na próxima quinta-feira [18], a mestranda Letícia Veiga Vasques, vai defender a dissertação "Lúcio Flávio, o passageiro da agonia, de José Louzeiro: um romance de massa?", às 16h, na Sala de Defesas. A banca examinadora será composta pelos professores Drª Cilene Margarete Pereira (Orientadora) e Drª Maria Elisa Moreira Rodrigues, da UninCor, e pela convidada professora Drª Moema Rodrigues Brandão Mendes, do CES-JF.