ptenes

Entre os dias 20 e 22 de novembro, o Departamento de Letras da Universidade Federal de São João Del Rei realizou o V Colóquio Crítica da Cultura. Na ocasião, vários alunos e ex-alunos do Mestrado em Letras da UninCor estiveram presentes, apresentando os resultados de pesquisas desenvolvidas no Programa.

pesquisa ufsj06

Os discentes, Flávia Santos, Thianara Cazelato e Ícaro de Oliveira apresentaram seus projetos de pesquisas, desenvolvidos na linha de pesquisa Literatura, História e Cultura. O projeto de Flávia Santos, sob orientação do Prof. Dr. Luciano Cavalcanti, “Representação da violência nas crônicas de A boca do mundo, de Fernando Bonassi”, procura investigar os tipos de violências recortadas pelo escritor em sua obra, dando destaque para a social, a psicológica e a simbólica.

O projeto de pesquisa de Thainara Cazelato reflete sobre “A representação da violência e dos violentados em É proibido comer a grama, de Wander Piroli”, autor mineiro pouco estudado. Em sua pesquisa, a aluna parte do destaque que o tema da violência tem na literatura brasileira contemporânea para associá-lo à obra do Piroli, ressaltando os tipos marginais que desfilam pelo seu texto. O trabalho de Ícaro de Oliveira, “A canção de protesto do rapper Djonga”, identifica elementos que constroem o discurso social do rappermineiro, observando o uso da linguagem verbal, sonora e imagética de suas canções, álbuns e vídeos.

 

Estes dois últimos trabalhos estão sob orientação da Profa. Dra. Cilene Pereira, que acompanhou os alunos e apresentou resultados de seus estudos sobre a literatura brasileira contemporânea e a violência, expressos na comunicação “Histórias (mínimas) da violência em 100 histórias colhidas na rua, de Fernando Bonassi”. Em seu estudo, a professora observa, a partir da coletânea citada, duas perspectivas iniciais de abordagem do tema da violência: (1) aquela que marca o corpo físico do sujeito; (2) outra que diz respeito à exclusão social, desaguando na “violência simbólica”, ao se valer, o escritor, de figuras desprotegidas socialmente, violentas e violentadas. O texto é um resumo do capítulo escrito pela professora para o livro Leituras da Literatura Brasileira Atual (1990-2018), organizado por ela e pelas professoras Ana Paula Teixeira e Juliana Gervason, (no prelo).

Na ocasião, representando a linha de pesquisa Discurso e Produção de Sentido, estiveram presentes também as mestrandas Barbara Faleiro e Jane Olivé, apresentando, respectivamente, os trabalhos “Produção de sentidos sob o signo ideológico ‘empoderamento feminino’” e “Texto e contexto nos recortes de cenas do documentárioPro dia nascer feliz, ambos orientados pelo Prof. Dr. Renan Mazzola.

As mestras em Letras pela UninCor, Joseli Fernandes e Elaine Rodrigues, também apresentaram resultados de pesquisa, com os respectivos trabalhos: “Pelos caminhos de Brisa Flow...” e “A reconstrução da imagem do negro no cinema ficcional e documentário de Joel Zito Araújo”. O primeiro é originário de uma nova pesquisa de Joseli Fernandes, em desenvolvimento no Grupo de Estudos Narrativas e Memórias, coordenador pela Profa. Dra. Cilene Pereira, que foi sua orientadora de Mestrado. O segundo, de Elaine Rodrigues, é um recorte de sua pesquisa de Mestrado, sobre a obra do cineasta mineiro citado. A pesquisa foi orientada pela Profa. Dra. Terezinha Richarz.