Sobre a CPA

O que é?

mascote cpaA Comissão Própria de Avaliação - CPA da Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR foi estabelecida pelas Portarias CPA – Três Corações, Portaria 24/2010 – Reitoria; CPA – Betim, Portaria 23/2010 – Reitoria; CPA – Pará de Minas, Portaria 25/2010 – Reitoria; CPA – São Gonçalo do Sapucaí, Portaria 26/2010 – Reitoria; CPA – Belo Horizonte, Portaria 27/2010- Reitoria e 30/2011- Reitoria.

A CPA possui a sua sala própria toda estruturada, com funcionamento autônomo. Para todos os Cursos e setores da Unincor é feita uma CPA individual, e cada coordenador e setor recebe a sua CPA. Posteriormente esses coordenadores e chefes de setores fazem reuniões com os professores e funcionários, mostrando-lhes o resultado das avaliações feitas por eles. Após uma analise feita pelos componentes dos cursos e dos setores, apresentam à CPA um plano de melhoria que será comparado com o  ano anterior. Portanto, o processo de autoavaliação já se tornou uma cultura na Unincor – sede e também nas respectivas unidades. O processo de avaliação é contínuo.

“A avaliação interna é um processo continuo por meio do qual uma Instituição constrói conhecimento sobre sua própria realidade, buscando compreender os significados do conjunto de suas atividades para melhorar a qualidade educativa e alcançar maior relevância social”.

PRINCÍPIOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

  • Ser contínua e organizada.
  • Contar com a participação ampla da comunidade acadêmica em todas as etapas da avaliação, desde a concepção e execução dos instrumentos de avaliação até a análise crítica dos resultados.
  • Focalizar o processo de auto-avaliação nas diretrizes do Plano de Desenvolvimento Institucional.
  • Ter foco nos processos coletivos, e não na avaliação do individuo.
  • Utilizar, com o maior grau de integração possível, métodos qualitativos e quantitativos de avaliação.
  • Ser constituída de métodos de simples entendimento e administração.
  • Ser adaptável às necessidades e características da Instituição ao longo de sua evolução.

ETAPAS DA AVALIAÇÃO INTERNA

 1ª Etapa – Preparação

  • Constituição da CPA
  • Sensibilização
  • Elaboração do projeto de avaliação

2ª Etapa – Desenvolvimento

  • Ações
  • Levantamento dados e informações
  • Análise das informações

3ª Etapa – Consolidação

  • Relatório Final
  • Divulgação
  • Balanço Crítico

 

OBJETIVOS DA AVALIAÇÃO

Objetivo geral da avaliação

Cumprir a regimentação do SINAES (Lei 10.861/04), subsidiando a gestão institucional com parâmetros de avaliação validados pelos segmentos internos e externos.

Objetivos Específicos

1) Identificar potencialidades, problemas e deficiências da instituição.

2) Estimular a consciência pedagógica e capacidade profissional dos docentes e funcionários.

3) Estimular relações de cooperação e integração entre os segmentos da Unincor.

4) Analisar a relevância cientifica e social das atividades e produção da Unincor.

5) Analisar a vinculação a Unincor com a sociedade civil, para efetivação de sua natureza comunitária.

6) Subsidiar o processo continuo de construção do conhecimento sobre a própria realidade à avaliação, como instrumento ao crescimento.

7) Oferecer referenciais para as gestões administrativas e acadêmica no âmbito da Mantida e Mantenedora.

8) Estabelecer o bem estar do corpo docente, discente e administrativo.

 

SINTESE DOS RELATÓRIOS DAS DIMENSÕES AVALIADAS

As  dimensões são indicadas no art. 3º da Lei 10861/04 a fim de garantir unidade no processo avaliativo.

DIMENSÃO 1:  A missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI.

De acordo com os dados obtidos nas análises dos relatórios, constatou-se que a maioria dos coordenadores e professores tem conhecimento do PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional) Os resultados indicam que deva ser realizado um eficiente plano de divulgação, para que o professor tenha mais conhecimento do PDI(Plano de Desenvolvimento Institucional), a fim de montar o seu Plano de Ensino, obedecendo as metas e os objetivos do PDI.

 

DIMENSÃO 2: A política para o Ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas formas de operacionalização

A maioria dos Alunos relatou a existência de atividades institucionais vinculadas a Cooperativas, ONGs, Clubes e a existência de atividades institucionais em interação com o meio social nas áreas de saúde, lazer, cultura e meio ambiente. Os alunos dizem que participam dos eventos promovidos pelo curso e os considera importante, relatam ainda que aproveitam adequadamente  o tempo de aula

Os Professores e coordenadores participam das reuniões de colegiado onde são discutidos os currículos dos cursos, e orienta alunos em trabalhos de iniciação cientifica e TCC.

Os coordenadores e professores relataram a existência de condições para desenvolvimento de atividades de extensão.

 A instituição deve intensificarr ações que divulguem a importância de freqüentar a biblioteca. Deve-se analisar a necessidade de Reestruturação dos projetos pedagógicos para adequação ao mercado de trabalho atual.

DIMENSÃO 3: A Responsabilidade Social da Instituição

 Grande parte dos alunos disse estar ciente da existência do Setor de Benefícios o qual atende as Bolsas de Estudo, o acompanhamento do Financiamento Estudantil (FIES), do Prouni, o controle dos convênios para descontos nas mensalidades e os projetos de filantropia da Fundação.

A preocupação com as questões sociais da comunidade foi apontada pelos  alunos. O fato se deve a atuação da universidade que efetiva suas ações extensionistas, procurando integrar os diversos conhecimentos de cada curso a partir da relação com a comunidade, promovendo a inclusão social, a sustentabilidade e o desenvolvimento cultural em âmbito local e regional.

A instituição precisa Divulgar   as bolsas da IES.

 Vale ressaltar que a IES possui:

 -Prouni;

 - FIES;

- Bolsas Filantrópicas que são distribuídas pelo critério de análise dos questionários de caráter socioeconômico dos ingressantes. Assim, uma ação de divulgação destes programas, que  levasse o aluno a acessar com frequência o site da IES , onde constam as informações, poderia ser implementado.

DIMENSÃO 4: A Comunicação com a Sociedade

O Departamento de Comunicação e Marketing da Unincor é notado pela maioria dos alunos,  professores, coordenadores e técnicos administrativos. O setor realiza comunicação eficiente com os discentes, docentes e com toda a comunidade.

Quanto à comunicação dentro da UNINCOR, coordenadores e professores relataram a necessidade de melhoria.

O Portal da Unincor tem sido fator de destaque na comunicação com nossos alunos, professores e técnicos administrativos, haja vista o número de acesso e busca nele realizado.

Ações como Melhorias no site e sistema de comunicação interna, divulgação dos programas de iniciação cientifica e extensão na mídia interna devem ser realizadas

 

DIMENSÃO 5: As políticas de pessoal, as carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho

 De acordo com os resultados a fundação Comunitária de Educação FCTE dá ênfase à política do pessoal, estimulando o desenvolvimento do corpo técnico administrativo e também incentivando o corpo docente a fazer cursos de mestrado e doutorado para o enriquecimento do conhecimento dos professores e consequentemente a melhoria da qualidade de ensino na Unincor.

A política organizacional em Planos Individuais de Trabalho foi consolidada, bem como a padronização de controle dos contratos de tempo Integral e tempo parcial.

A ética nas relações internas da Unincor, a liberdade de expressão e opinião, a participação de decisões relativas ao curso, foram também apontadas.

DIMENSÃO 6: Organização e Gestão da Instituição,

A administração executiva da Unincor é de conhecimento de grande parte dos alunos. Os alunos disseram que existem ações na Unincor para promover iniciativas de incubadoras de Empresas e Empresas Juniores.  O papel desempenhado pela Empresa Júnior através da qual são efetivados os contratos para estágios e também o encaminhamento de alunos para auxiliarem micros empresários da região ensinando-os as técnicas administrativas e os lançamentos contábeis.

Houve solicitação de melhorias na divulgação das atividades  e reestruturação da Empresa Júnior

DIMENSÃO 7: Infra-estrutura física

Quanto à biblioteca os alunos em sua maioria consideram as acomodações adequadas, com boa iluminação, ambiente tranqüilo e silencioso, onde são bem atendidos, com facilidade de acesso ao acervo, encontrando-se as bibliografias básicas e complementares indicadas nos planos de ensino.

Quanto às salas de aula, os alunos acham o ambiente apropriado para as atividades de ensino, com bom estado de conservação e limpeza, porém ressaltam necessidade de melhorias

No item instalações sanitárias (conforto, adequação e limpeza), parte dos alunos, professores e funcionários acham que atende aos requisitos.  A cantina foi considerada adequada por parte dos alunos,  professores e  funcionários, porém uma parcela dessa população acha que deveriam ser  realizadas melhorias.

No item recursos Áudio Visuais quase totalidade dos entrevistados  consideram o número de equipamentos insuficientes para a quantidade de salas e relatam a dificuldade de instalação.

 

DIMENSÃO 8: Planejamento e avaliação

De acordo com os resultados da CPA, os alunos acreditam que o resultado da auto avaliação resulta em melhorias e consideram que a participação de pessoas dos diferentes segmentos no processo de Auto-avaliação da Universidade contribui para a melhoria do desempenho e aperfeiçoamento da instituição. Porém é fundamental melhorar a Sensibilização para participação da comunidade acadêmica no processo de autoavaliação, a participação da comunidade acadêmica na discussão dos resultados

e o processo de divulgação das ações  da CPA em função das solicitações apontadas nos relatórios.

DIMENSÃO 9: Política de atendimento

Estudantes e egressos Em relação aossetores que fazem o atendimento ao aluno, o atendimento da secretaria e do setor financeiro foi considerado insatisfatório por grande parte dos alunos. Quanto a coordenação a maioria  dos alunos diz que o coordenador é presente e disponível para a resolução dos problemas do dia -a-dia e  acha que tem um bom relacionamento com o coordenador de curso. Relataram ainda que o coordenador estimula a participação dos alunos em projetos e eventos e são empenhados na melhoria do curso.

De acordo com esses dados torna-se necessário a melhoria nos setores de atendimento ao aluno, visando atendimento mais eficiente e cordial.

 Professores e coordenadores:

Grande parte dos coordenadores e professores consideram o atendimento da secretaria e do departamento  pessoal cordial  e confiam na transmissão de informações desse setor.

 Técnicos Administrativos

 A maioria dos servidores Técnicos administrativos  consideram o atendimento da secretaria e do departamento  pessoal cordial  e confiam na transmissão de informações desse setor.