Voltar para a lista de cursos

 Informações Gerais

    

O curso de Medicina da UninCor foi autorizado pelo Decreto Estadual nº 43551/03 de 26 de agosto de 2003, e reconhecido pelo Decreto Estadual de 01 de outubro de 2007, estando o mesmo fundamentado na Resolução CNE/CES Nº 3, de 20 de Junho de 2014, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Medicina.

O Curso engloba no seu currículo conteúdos que geram competências na área de formação do bacharel generalista em medicina. Entende-se por generalista o profissional que é capaz de conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional, com ênfase na sua região de atuação, identificando as dimensões bio-psico-sociais dos seus determinantes.

Para alcançar o perfil proposto, optou-se pelo modelo pedagógico da integração e interdisciplinaridade e pela metodologia ativa “Aprendizagem Baseada em Problema” (ABP).

São aplicados os princípios da aprendizagem significativa, com o “aprender a aprender” e “aprender fazendo” e com atividades da teoria e da prática que não se dão uma após a outra, mas concomitantemente. Este modelo não é exclusivo e nem excludente. Há oportunidades de outras técnicas pedagógicas, com ênfase na andragogia e com prioridade para a interdisciplinaridade.

O currículo é composto por módulos temáticos com conteúdos afins. O conteúdo programático do currículo é aprendido pelo estudante a partir da resolução de problemas em sessões tutoriais e do contato com o ser humano, sadio ou enfermo, que se inicia desde o primeiro momento do curso. Posto em frente a conteúdos apresentados em forma de problemas e à realidade do paciente e/ou da comunidade, o estudante identifica os tópicos para estudo e pesquisa. O professor é um mediador, coordenador e orientador da trajetória do estudante, em sua busca do conhecimento e da sua formação profissional, possibilitando o crescimento e formação discente.

A dinâmica pedagógica das sessões tutoriais dos módulos de conteúdos afins segue o seguinte fluxo:

·         exposição dos estudantes a situações-problema construídas e concretas;

·         discussão em torno das situações-problema apresentadas e experimentadas;

·         exteriorização pelos estudantes dos conhecimentos que possuem, pertinentes ao problema discutido;

·         identificação de problemas ou tópicos desconhecidos ou mal conhecidos pelos estudantes;

·         estabelecimento de metas de estudo em torno dos questionamentos levantados;

·         estudo e pesquisa, até a solução dos problemas identificados;

·         apresentação e discussão dos resultados do estudo;

·         avaliação.

O Curso de Medicina da UninCor apresenta complexidade crescente, começando com educação em saúde, e atenção primária, e alcançando depois a atenção secundária e terciária ao paciente. O foco inicial é a comunidade - saúde comunitária e medicina social, em seguida a família e, por fim, o indivíduo. O desenvolvimento humanístico do estudante se faz ao longo de todo o curso, através do contato com a comunidade e com os pacientes e através de discussões em torno das situações nos tutoriais e vivenciadas pelo estudante em sua prática, ou em seus relacionamentos no ambiente de trabalho, envolvendo aspectos psicológicos, antropológicos, sociológicos e filosóficos. A teoria é apreendida a partir da discussão de problemas e da prática, que suscitam a pesquisa nas bibliotecas, em livros-textos, revistas científicas e sites de interesse na internet.

A prática é feita em laboratórios morfofuncional, de suporte, de técnicas operatórias, Unidades Básicas de Saúde, ambulatórios, serviços de emergências, enfermarias, entre outros, sempre sob supervisão de profissional médico diretamente responsável pelo paciente. Nesses locais, os estudantes desenvolvem habilidades técnicas e atitudes indispensáveis à prática médica de excelência.

A organização dos conteúdos do curso de Medicina da UninCor relaciona-se com o processo saúde-doença do cidadão, da família e da comunidade de forma integrada à realidade epidemiológica e profissional, voltada para a integralidade das ações do processo de cuidar/cuidado. Nesse sentido, objetiva a formação do profissional acompanhando os avanços científicos e tecnológicos da atualidade, de modo a atender efetivamente as reais necessidades de saúde da população, considerando as mudanças ocorridas nas políticas de saúde, em consequência do quadro epidemiológico e demográfico do país, da sua região, estados e municípios. Consideram ainda, a busca de um Sistema Único de Saúde (SUS) que contemple todos os cidadãos brasileiros.

A dinâmica das relações sociais em curso indica que as discussões sobre formação profissional e mercado de trabalho estão longe de serem esgotadas. Vive-se, essencialmente, uma fase em que o mundo do trabalho apresenta mudanças vertiginosas, provocadas pelas inovações tecnológicas e científicas, cujos resultados são imprevisíveis.

Respeitando a legislação em vigor o curso Medicina da UninCor determina que o quantitativo que consiste a hora-aula utilizado na organização do curso é de 50 minutos. No entanto, para não desobedecer à carga horária mínima determinada por lei para cursos de Medicina, que é de 7.200 horas com aulas de 60 minutos, a IES trabalha com um referencial de carga horária mínima para o curso de Medicina de 8.865 horas (com hora-aula de 50 minutos), cumprindo assim a determinação legal. Entretanto, o Curso de Medicina da UninCor extrapola esse referencial de carga horária mínima, correspondente à legislação vigente, sendo a carga horária total do curso de 8.865 horas.

Assim, a duração mínima do Curso de Medicina da Universidade Vale do Rio Verde - UninCor é de doze semestres (seis anos) letivos e máxima de dezoito semestres (nove anos) letivos, com carga horária de 3.400 horas de Estágio Supervisionado e 5.465 horas nos demais módulos, respeitando o art. 24º da DCN que reza que a carga horária mínima do estágio supervisionado deverá atingir 35% da carga horária total do curso proposto e mais, conforme art. 25º, contemplar atividades complementares, que a IES fixou uma carga horária de 200 horas totalizando para a formação do Médico 8.865 h  distribuídas em no mínimo 20 semanas e 100 dias por semestre.

O Projeto Pedagógico do Curso também foi construído à luz das políticas determinadas pelo Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI e em cumprimento às Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN - para cursos de Medicina e LDB, considerando que a missão da UninCor determinada no PDI e PPI é “Educar através de práticas interativas, com responsabilidade ética, para formação de cidadãos críticos e profissionais competentes prontos para atuar de forma estratégica na realidade local para promover a saúde de um modo preventivo e mais humanizado para um maior bem estar da população Mineira”.

A Medicina tem como objeto de estudo o ser humano na sua integridade biológica e psicossocial. O curso de Medicina da UninCordefiniu que seu estudante deve adquirir ao longo do curso, conhecimentos fundamentais das áreas de Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia, Saúde Mental, Urgências e Emergências Médicas e Saúde Coletiva, bem como gestão pública e privada na área de saúde, princípios educacionais coletivo e individual, domínio na leitura de sinais e capacidade de compreender textos na língua científica dominante (Inglês), que o tornem competente para prestar assistência médica de qualidade, para atuar na promoção da saúde, prevenção das doenças e reabilitação dos indivíduos doentes, dentro de princípios éticos, críticos e humanistas, além de estar apto a atuar e intervir na realidade social do país. Na realização de seu trabalho, estará capacitado para utilizar-se dos conhecimentos das ciências humanas, da epidemiologia, da política e planejamento em saúde e das áreas clínicas, assumindo atitudes críticas permanentes em relação à dinâmica nosológica e aos sistemas existentes de prestação de serviços de saúde.

Dentre as atividades obrigatórias do curso, destacam-se o trabalho que será desenvolvido nas equipes de saúde da família nas comunidades do município de Belo Horizonte, denominados Programa de Assistência Primária (PAP), do primeiro ao sexto período e os estágios em serviços de emergência e urgência. A realização de módulos com temas optativos, dentro de uma gama variada de especialidades médicas e afins e a possibilidade de participar de programas de intercâmbio, em Instituições de Ensino Superior no Brasil e no exterior, completam o currículo do curso. A atual proposta curricular buscou atender aos princípios contidos nas Diretrizes Curriculares do ano de 2014.

Seguem as seguintes informações sobre a sua estrutura:

CURSO: MEDICINA

Regime Escolar

Semestral

Turno de Funcionamento

Integral

Número de Turmas Anuais

02

INTEGRALIZAÇÃO CURRICULAR

Modalidade

BACHARELADO

Tempo Previsto

MÍNIMO:

12 Semestres

MÁXIMO:

18 Semestres

Carga Horária

8.865 horas

 

 Perfil do Egresso

   

A elaboração do perfil de egresso do Curso de Medicina da UninCor foi baseado Resolução nº 3, de 20 de junho de 2014, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de Medicina.

O graduado em Medicina terá formação geral, humanista, crítica, reflexiva e ética, com capacidade para atuar nos diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo, com responsabilidade social e compromisso com a defesa da cidadania, da dignidade humana, da saúde integral do ser humano e tendo como transversalidade em sua prática, sempre, a determinação social do processo de saúde e doença.

O egresso do curso de Medicina da UninCor, saberá articular os conhecimentos, habilidades e atitudes para o futuro exercício profissional do médico, desdobrando-se nas seguintes áreas: Atenção à Saúde; Gestão em Saúde; e Educação em Saúde.

Na Atenção à Saúde, o egresso será preparado para considerar sempre as dimensões da diversidade biológica, subjetiva, étnico-racial, de gênero, orientação sexual, socioeconômica, política, ambiental, cultural, ética e demais aspectos que compõem o espectro da diversidade humana que singularizam cada pessoa ou cada grupo social.

Na Gestão em Saúde, o egresso terá a formação do médico capaz de compreender os princípios, diretrizes e políticas do sistema de saúde, e participar de ações de gerenciamento e administração para promover o bem estar da comunidade.

Em relação a Educação em Saúde, o egresso se responsabilizará pela própria formação continuada e em serviço, autonomia intelectual, responsabilidade social, ao tempo em que se comprometerá com a formação das futuras gerações de profissionais de saúde, e o estímulo à mobilidade acadêmica e profissional.

O egresso do curso de Medicina da UninCor, terão formação generalista, preparados para atuar junto aos diversos níveis de serviços de saúde no Sistema Único de Saúde.

O curso médico da UninCor apresenta perfeita coerência com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso Médico. Para isso, são cuidadosamente elaborados os cadernos de módulos, contemplando objetivos, ementas e bibliografia que realmente desenvolvam nos acadêmicos as habilidades e competências gerais e específicas previstas nas DCNs.

Para alcançar o perfil do egresso proposto, a UninCor:
I. tem como eixo do desenvolvimento curricular as necessidades de saúde dos indivíduos e das populações referidas pelo usuário e identificadas pelo setor saúde;
II. privilegia a participação ativa do aluno na construção do conhecimento utilizando a metodologia ABP;
III. privilegia a integração entre os conteúdos através da organização do currículo em módulos, com uma linha condutora geral, no intuito de facilitar e estimular o aprendizado;
IV. estimula a interação entre o ensino, a pesquisa e a extensão/assistência, através de atividades de iniciação científica, monitorias e ligas médicas;
V. inclui dimensões éticas e humanísticas, desenvolvendo no aluno atitudes e valores orientados para a cidadania, através dos módulos de Prática na Atenção Primária, desenvolvidos nos PSFs, de Habilidades e Atitudes e de Ambulatório de Apoio à Atenção Primaria, que contemplam tais dimensões;
VI. promove a integração e a interdisciplinaridade em coerência com o eixo de desenvolvimento curricular, buscando integrar as dimensões biológicas, psicológicas, sociais e ambientais;
VII. insere o aluno, desde o primeiro período do curso, em atividades práticas relevantes para a sua futura vida profissional, através das atividades práticas dos módulos de Prática na Atenção Primária, de Habilidades e Atitudes e de Ambulatório de Apoio a Atenção Primária;
VIII. utiliza diferentes cenários de ensino-aprendizagem, como laboratórios, Unidades Básicas de Saúde, hospitais, clínicas, PSFs, ambulatórios e outros, permitindo ao aluno conhecer e vivenciar situações variadas de vida, da organização da prática e do trabalho em equipe multiprofissional;
IX. propicia a interação ativa do aluno com usuários e profissionais de saúde desde o início de sua formação, proporcionando ao aluno lidar com problemas reais;
X. vincula, através da integração ensino-serviço, a formação médico-acadêmica às necessidades sociais da saúde, com ênfase no SUS, inserindo o estudante na rede, desde o primeiro período do curso, a partir de convênios com Secretarias Municipais de Saúde.

 Objetivos

 O curso visa à formação do médico generalista, capaz de prestar assistência primária de saúde e de exercer a medicina comunitária. Mas igualmente capaz de se inserir em serviços de atenção secundária e terciária a partir do aprimoramento profissional e da especialização.

Esse médico deverá aplicar, na realização de seu trabalho, conhecimentos básicos das ciências do comportamento e da realidade sócio-econômica que o envolve, bem como assumir atitudes críticas permanentes em relação à dinâmica nosológica e aos sistemas existentes de prestação de serviços de saúde.

Fixação dos Objetivos
Fundamentado na sua filosofia, missão e princípios gerais, a UninCor tem como objetivo principal, “Formar profissionais éticos, com noções de cidadania, críticos, empreendedores, socialmente comprometidos, com facilidade de se relacionar e entender seu semelhante e o seu entorno sócio-técnico”.

Os objetivos da proposta apresentada se inserem nas ações e no planejamento estratégico da UninCor, baseando suas atividades de ensino, pesquisa e extensão na missão traçada e estando intimamente condicionada:

· às peculiaridades socioeconômicas e culturais do Estado de Minas Gerais;

· ás características do mercado de trabalho e às necessidades de mudanças do modelo de assistência médica no Brasil;

· às políticas de saúde local, regional e nacional;

· às características técnicas e pedagógicas do corpo docente;

· à disponibilidade de recursos materiais e humanos de apoio às atividades de ensino, pesquisa e extensão;

· à necessidade de mudança no modelo de ensino médico, frente às exigências sociais com relação ao perfil do médico brasileiro;

· à necessidade de formar profissionais que estejam integrados filosoficamente e em atitudes aos demais profissionais de saúde;

· à necessidade de utilização de recursos humanos multiprofissionais no exercício da medicina;

· à necessidade de buscar assessoria pedagógica para instrumentalizar o corpo docente na formação do médico.

4.1.1 Objetivos gerais

Em consonância com as Diretrizes Curriculares para os cursos médicos, a UninCor propõe-se:
· Formar um profissional crítico e questionador, que utilize as técnicas e os conhecimentos adquiridos ao longo do curso médico de acordo com princípios de cidadania, cujo exercício profissional seja marcado pelo atendimento digno às necessidades humanas.

· Formar o médico generalista, que seja capaz de abordar o paciente de forma global, nos seus aspectos biológicos, psicológicos, culturais, familiares e sociais, e comporte-se de forma equilibrada, ética e responsável em relação ao paciente e à sociedade.

· Desenvolver, no estudante, habilidades de pesquisa e de estudo, para que este se torne capaz de buscar o conhecimento e se manter atualizado, permanentemente, ao longo de sua vida estudantil e durante sua vida profissional

4.1.2 Objetivos específicos

São objetivos específicos do Curso de Medicina da UninCor:

· Formar médicos com visão contextualizada e interdisciplinar quanto a sua posição de elemento integrante e indispensável a uma equipe de saúde.

· Propiciar a formação de profissionais que percebam o homem de forma integral, considerando as variáveis biopsicossociais, bem como as políticas, econômicas e culturais na preservação e recuperação da saúde.

· Possibilitar aos futuros médicos o domínio de instrumentos, métodos e técnicas inerentes a sua ação profissional, bem como da indispensável reflexão e crítica quanto a sua utilização segundo a realidade sociocultural do homem e quanto aos pressupostos éticos da relação profissional-cliente.

· Facilitar ao graduando em formação o desenvolvimento de utilização da medicina como elemento de ação profissional e de manutenção e recuperação da saúde.

· Estimular uma postura de pesquisa ética, aplicável, preferencialmente voltada às necessidades da comunidade local e não obrigatoriamente vinculada a uma super estrutura laboratorial, na busca à gênese do consumo, da produção e da divulgação do conhecimento na área de medicina.

· Em resumo, objetiva-se formar um médico capaz de atender às demandas de saúde da população, possuindo visão crítica da realidade do contexto sócio-político-econômico-cultural, de modo a possibilitar sua participação em ações transformadoras no âmbito da saúde.

 Habilidades e Competências

 O graduado em Medicina pela UninCor, com base no conhecimento básico e aplicado, deverá ser capaz de desenvolver as seguintes competências e habilidades:

Competências gerais

Atenção à saúde: já são desenvolvidas ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo nas atividades das equipes de ESF. Tem sido assegurada a prática realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, estimulando o pensar criticamente. Os professores tem buscado a realizarão dos seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;
Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde está fundamentado na capacidade de tomar decisões visando ao uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;
Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação; Todos esses aspectos tem sido estimulados pelo curso médico da UninCor.
Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem-estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;
Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos para serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;
Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

 

Competências e Habilidades Específicas

• Promover estilos de vida saudáveis, conciliando as necessidades tanto dos seus clientes/pacientes quanto às de sua comunidade, atuando como agente de transformação social;
• atuar nos diferentes níveis de atendimento à saúde, com ênfase nos atendimentos primário e secundário;
• comunicar-se adequadamente com os colegas de trabalho, os pacientes e seus familiares;
• informar e educar seus pacientes, familiares e comunidade em relação à promoção da saúde, prevenção, tratamento e reabilitação das doenças, usando técnicas apropriadas de comunicação;
• realizar com proficiência a anamnese e a consequente construção da história clínica, bem como dominar a arte e a técnica do exame físico;
• dominar os conhecimentos científicos básicos da natureza bio-psico-socio-ambiental subjacentes à prática médica e ter raciocínio crítico na interpretação dos dados, na identificação da natureza dos problemas da prática médica e na sua resolução;
• diagnosticar e tratar corretamente as principais doenças do ser humano em todas as fases do ciclo biológico, tendo como critérios a prevalência e o potencial mórbido das doenças, bem como a eficácia da ação médica;
• reconhecer suas limitações e encaminhar, adequadamente, pacientes portadores de problemas que fujam ao alcance da sua formação geral;
• otimizar o uso dos recursos propedêuticos, valorizando o método clínico em todos os seus aspectos;
• exercer a medicina utilizando procedimentos diagnósticos e terapêuticos com base em evidências científicas;
• utilizar adequadamente recursos semiológicos e terapêuticos, validados cientificamente, contemporâneos, hierarquizados para atenção integral à saúde, no primeiro, segundo e terceiro níveis de atenção;
• reconhecer a saúde como direito e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência entendida como conjunto articulado e contínuo de ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;
• atuar na proteção e na promoção da saúde e na prevenção de doenças, bem como no tratamento e reabilitação dos problemas de saúde e acompanhamento do processo de morte;
• realizar procedimentos clínicos e cirúrgicos indispensáveis para o atendimento ambulatorial e para o atendimento inicial das urgências e emergências em todas as fases do ciclo biológico;
• conhecer os princípios da metodologia científica, possibilitando-lhe a leitura crítica de artigos técnico-científicos e a participação na produção de conhecimentos;
• lidar criticamente com a dinâmica do mercado de trabalho e com as políticas de saúde;
• atuar no sistema hierarquizado de saúde, obedecendo aos princípios técnicos e éticos de referência e contra-referência;
• cuidar da própria saúde física e mental e buscar seu bem-estar como cidadão e como médico;
• considerar a relação custo-benefício nas decisões médicas, levando em conta as reais necessidades da população;
• ter visão do papel social do médico e disposição para atuar em atividades de política e de planejamento em saúde;
• atuar em equipe multiprofissional;
• manter-se atualizado com a legislação pertinente à saúde.
• com base nestas competências, a formação do Médico deverá contemplar o sistema de saúde vigente no país, a atenção integral da saúde num sistema de assistência universal, regionalizado e hierarquizado, de referência e contra-referência e o trabalho em equipe.

 Grade Curricular e Corpo Docente

Dimensionamento da Carga Horária
Curso: Medicina
Carga horária de integralização: 9.918
Regime: semestral
Nº de semanas letivas: 20
Nº de dias letivos semanais: 5
Nº de dias letivos semestrais: 100

MATRIZ CURRICULAR DO PRIMEIRO PERÍODO

Módulos

Sessões Tutoriais

Palestras e avaliações

Pró-estudo

Atividades práticas

C/H

MCA: Introdução ao Curso Médico, Medicina Pública e Bioética. 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 235 h/a
MCA: Concepção do Ser Humano e Genética 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 235 h/a
PAP I -- 38 h/a --- 48 h/a 86 h/a
ME: Anatomia Humana I -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
ME:  Citologia e Histologia -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Relacionamento e Comunicação -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Cuidados e Manejo -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Semiologia Clínica -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
Optativa: Introdução a Urgência e Emergência

--

10h/a

--

40 h/a

50h/a

Subtotal

150 h/a 218 h/a 270 h/a 208 h/a

846 h/a

705 h


MATRIZ CURRICULAR DO SEGUNDO PERÍODO

Módulos Sessões Tutoriais

Palestras e Avaliações

 

Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária
MCA: Nutrição e Metabolismo 75 h/a 25 h/a 95 h/a -- 195 h/a

MCA: Funções Biológicas

75 h/a 25 h/a 95 h/a -- 195 h/a
PAP II -- 38 h/a --- 48 h/a 86 h/a
ME:  Anatomia Humana II -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
ME:  Histologia Médica -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Semiologia Cardiovascular -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Semiologia Respiratória -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Semiologia Digestória -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a

Subtotal

 

150 h/a 208 h/a 190 h/a 168 h/a

716 h/a

597 h

 

MATRIZ CURRICULAR DO TERCEIRO PERÍODO 

Módulos Sessões Tutoriais Palestras e Avaliações Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária
MCA: Neurolocomoção e Percepção 75 h/a 25 h/a 95 h/a -- 195 h/a
MCA: Agressão e Defesa 75 h/a 25 h/a 95 h/a -- 195 h/a
PAP III -- 38 h/a --- 48 h/a 86 h/a
ME: Farmacologia Básica -- 48 h/a -- -- 48 h/a
ME:  Metodologia Científica e Inglês Instrumental -- 48 h/a -- -- 48 h/a
MHA: Cirurgia I -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Semiologia Neurológica -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Semiologia da criança -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
Optativa: Neuroanatomia

--

10h/a

--

40 h/a

50h/a

Subtotal

 

150 h/a 266 h/a 190 h/a 160 h/a

766 h/a

638,33 h

 

MATRIZ CURRICULAR DO QUARTO PERÍODO

Módulos Sessões Tutoriais Palestras e Avaliações Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária
MCA: Nascimento, Crescimento e Saúde da Mulher 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
MCA: Proliferação Celular e Inflamação 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
PAP IV -- 38 h/a --- 48 h/a 86 h/a
ME: Patologia Geral -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
ME:  Medicina Baseada em Evidências -- 48 h/a -- -- 48 h/a
MHA: Cirurgia II -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Saúde da Criança -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Saúde da Mulher -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a

Subtotal

 

150 h/a 232 h/a 270 h/a 144 h/a

796 h/a

663,33 h

 

MATRIZ CURRICULAR DO QUINTO PERÍODO

Módulos Sessões Tutoriais Palestras e Avaliações Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária

MCA: Doenças Regionais e Saúde do Trabalhador

75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a

MCA: Saúde do Homem e Processo de

Envelhecimento

75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
PAP V -- 20 h/a --- 66 h/a 86 h/a

ME: Linguagem dos Sinais

-- 48 h/a -- -- 48 h/a
ME: Patologia Clínica -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Cirurgia III -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Clínica Médica I -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Saúde do Idoso -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a

Subtotal

 

150 h/a 214 h/a 2700 h/a 162 h/a

796 h/a

663,33 h

 

MATRIZ CURRICULAR DO SEXTO PERÍODO

Módulos                Sessões Tutoriais Palestras e Avaliações Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária
MCA: Humanidades, Bioética e Antropologia Médica. 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
MCA: Saúde Mental 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
PAP VI -- 20 h/a --- 66 h/a 86 h/a
ME: Propedêutica Cardiológica -- 48 h/a -- -- 48 h/a
ME:  Farmacologia Aplicada à Clínica -- 48 h/a -- -- 48 h/4
MHA: Ambulatório de Oftalmologia -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Ambulatório de Saúde Mental -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
MHA: Gestão em Saúde -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a

Subtotal

 

150 h/a 238 h/a 270 h/a 138 h/a 796 h/a 663,33 h

 

MATRIZ CURRICULAR DO SÉTIMO PERÍODO

Módulos Sessões Tutoriais Palestras e Avaliações Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária
MCA: Clinica Médica e Pediátrica 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
MCA: Urgência e Emergência 75 h/a 25 h/a 135 h/a -- 195 h/a
ME:  Diagnóstico por Imagem I -- 24 h/a -- 24 h/a 48 h/a
ME: Plantão em Pronto Socorro Geral de Baixa Complexidade e Assistência Ventilatória -- 12 h/a -- 36 h/a 48 h/a
MHA: Ambulatório de Ginecolgia e Obstetricia -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Ambulatório de Otorrinolaringologia -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Ambulatório de Pediatria -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Ambulatório Clínica Médica II -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Ambulatório de Ortopedia   10 h/a   40 h/a 50 h/a
Subtotal 150 h/a 136 h/a 270 h/a 260 h/a

816 h/a

680 h

 

MATRIZ CURRICULAR DO OITAVO PERÍODO

Módulos Sessões Tutoriais Palestras e Avaliações Pró-estudo Atividades Práticas Carga Horária
MCA: Tutorial Integrado I 75 h/a 25 h/a 80 h/a -- 195 h/a
MCA: Tutorial Integrado II 75 h/a 25 h/a 80 h/a -- 195 h/a
ME:  Diagnóstico por Imagem II -- 48 h/a -- -- 48 h/a
ME:  Medicina Legal -- 36 h/a -- 12 h/a 48 h/a
MHA: Saúde Mental -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Ginecologia e Obstetrícia (atendimento em ambiente hospitalar) -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Pediatria -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Clínica Médica -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
MHA: Clínica Cirúrgica -- 10 h/a -- 40 h/a 50 h/a
Subtotal 150 h/a 184 h/a 160 h/a 212 h/a

706 h/a

588 h

 

Período Estágios Curriculares Supervisionados

Atividades Teóricas: Palestras, Discussões Clínicas, Seminários, Pesquisa, Avaliações Cognitivas

 

Atividades Práticas

 

 

Carga Horária

Nono Clínica Médica I – Especialidades Médicas

80 h

320 h

400 h

Nono Clínica Cirúrgica 80 h 320 h

440 h

 

Décimo

Clínica Médica II – Medicina Interna

80 h 360 h 440 h
Décimo

Clínica Pediátrica

80 h 340 h 420 h
Décimo Medicina da Saúde e Comunidade   60 h 60 h
Décimo Trabalho de Conclusão de Curso I 40h   33,33h

 

Décimo Primeiro Ginecologia e Obstetrícia 40 h 200 h 240 h
Décimo Primeiro Urgências e Emergências Médicas I 50 h 250 h 300 h
Décimo Primeiro

Urgências e Emergências Médicas II

50 h 250 h 300 h
Décimo Primeiro Trabalho de Conclusão de Curso II 40 h/a -- 33,33 h

 

Décimo Segundo

Saúde Mental

20 h 180 h

200 h

Décimo Segundo Medicina de Família e Comunidade/Saúde Coletiva I 50 h 270 h 320 h
Décimo Segundo Medicina de Família e Comunidade/Saúde Coletiva II 50 h 270 h 320 h
Décimo Segundo Atividades Complementares   200h 200 h
  SUBTOTAL DO INTERNATO (excluindo às 200 horas de Atividades e 80 horas do Trabalho de Conclusão do Curso)    

 

 

3.400 h

 

QUADRO RESUMO DO CURSO CARGA HORÁRIA EM HORAS (60´)
Módulos 5.198,34
Estágio curricular supervisionado 3400
Trabalho de conclusão de curso 66,66
Atividades complementares 200
CARGA HORÁRIA TOTAL 8865

 

DISCIPLINAS OPTATIVAS
Libras
Cardiologia: introdução à propedêutica das doenças
Medicina legal
Técnicas de apoio diagnóstico: patologia clínica
Propedêutica cervical: diagnóstico e conduta dos nódulos
Introdução à farmacologia aplicada
Patologia molecular: aplicações clínicas
Obstetrícia: risco habitual e alto risco
Unidade enfermidades em cabeça e pescoço
Unidade de gestão em saúde: o papel do médico
Unidade de reumatologia
Noções básicas de obstetrícia
Princípios terapêuticos da lesões cutâneas
Atendimento inicial às urgências e emergências
Inglês instrumental
Interpretação radiológica
Psicologia médica
Antropologia médica
Filosofia médica
Gerência de empresas médicas
Humanismo e história da medicina
Arquivo médico
Informática médica
Medicinas alternativas

 Formas de Avaliação

 A Avaliação do Rendimento Acadêmico se dá a partir de dois aspectos: o aproveitamento escolar e assiduidade. Quanto ao aspecto da assiduidade, permanece a exigência legal, já conhecida por todos: é considerado aprovado o aluno com frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco porcento) da carga horária prevista para cada componente curricular.

Quanto ao aspecto da avaliação do aproveitamento, em termos de aprendizagem, ficam instituídas as seguintes modalidades de avaliações:

VA - Verificação de Aprendizagem – trata-se de avaliação individual, escrita e/ou prática observada a natureza do componente curricular, referente ao conteúdo programático cumulativo, prevista em calendário específico.

OAt -Outras Atividades – obtida por meio de verificação do rendimento do aluno em atividades (individual ou em grupo), de investigação (pesquisa, iniciação científica, práticas investigativas), de extensão, trabalhos de campo, seminários, resenhas, fichamentos e outras formas de verificações previstas no Plano de Ensino do Professor, respeitado o Calendário Acadêmico, traduzidas em notas. No caso de trabalho em grupo, deverá ser considerado o desempenho individual de cada aluno.

VS – Verificação Substitutiva – avaliação escrita com conteúdo cumulativo, referente a todo o semestre letivo, ofertada ao aluno que a requerer, destinada a substituir apenas uma (01) das VAs perdida pelo mesmo.

VF – Verificação Final – avaliação escrita com conteúdo cumulativo referente a todo o semestre letivo, ofertada após o encerramento do semestre letivo, ao aluno que a requerer, desde que o resultado obtido nas avaliações anteriores tenha sido inferior a 60 pontos e igualou maior que 40.

Pontuação e Critérios para Apuração da Avaliação do Rendimento Escolar

As VAs – Verificações de Aprendizagem serão em número de três (03) no semestre letivo, em cada componente curricular e com as seguintes pontuações:

VA 1 = 15 pontos
VA 2 = 25 pontos
VA 3 = 35 pontos
As OAts – Outras Atividades terão o valor total de 25 pontos, os quais poderão ser distribuídos em várias atividades, a critério do professor do componente curricular. A apuração dos resultados da avaliação da aprendizagem é assim processada:

NS – Nota Semestral – resultado obtido pelo somatório das VAs (Verificações de Aprendizagem) + OAt -Outras Atividades.
RF – Resultado Final – é o resultado da avaliação da aprendizagem obtido pelo aluno por meio da média aritmética simples entre os resultados da Nota Semestral (NS) e Verificação Final (VF), em cada componente curricular, cuja pontuação mínima de aprovação deve ser de 60 pontos. As médias dos alunos serão calculadas de forma automática pelo Sistema Acadêmico, permitindo-se arredondamento.

 Autoavaliação

 A UninCor conta com uma Comissão Própria de Avaliação – CPA, autônoma na forma da lei e independente de vínculo com qualquer órgão colegiado ou diretivo da universidade, com as atribuições de condução dos processos de avaliação internos, de sistematização e de prestação das informações, visando à constante melhoria da qualidade do ensino ministrado.

A CPA é constituída, tanto a composição quanto a coordenação, por ato da Reitoria ou por previsão no seu próprio regulamento, assegurada a participação de todos os segmentos da comunidade universitária e da sociedade civil organizada, e vedada a composição que privilegie a maioria absoluta de um dos segmentos.

Serão etapas da auto avaliação do curso:

Definição de indicadores e fontes para a compreensão do diagnóstico.
Definição dos instrumentos a serem utilizados.
Desenvolvimento da auto avaliação.
Identificação de problemas e conquistas.
Identificação de soluções.
Divulgação e discussão dos resultados.
Elaboração de Plano de Ação.
Acompanhamento / Controle.

 Formas de Acesso  

Enem

A modalidade de ingresso via ENEM se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A modalidade de acesso via ENEM contemplará os candidatos que quiserem utilizar sua nota de um dos 4 últimos exames aplicados do ENEM. O candidato deverá informar o ano de realização do ENEM e a nota obtida na redação, que será validada automaticamente pelo sistema.

Provas On-line

A modalidade de ingresso via prova online está disponível para todos os cursos de graduação ofertados, tanto presenciais como a distância. A Prova Online é composta de uma prova de redação a ser realizada online que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

Provas Agendadas

A modalidade de ingresso via prova agendada se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A Prova Agendada é composta de uma prova de redação a ser realizada em data previamente escolhida pelo candidato que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

Vestibular Tradicional

A modalidade de ingresso via prova tradicional se aplica a todos os cursos de graduação, presencial ou a distância. A Prova Tradicional é composta de uma prova objetiva de 30 questões de múltipla escolha e uma redação, que visa aferir o domínio da habilidade de expressão escrita em seus diversos aspectos e consiste em uma interpretação de texto ou dissertação e terá caráter classificatório e eliminatório.

 

 

_____________________________________________

 inscreva se

medicina